Os termos Machine Learning e Deep Learning surgiram com força junto com os avanços da Inteligência Artificial. O ano de 2020 trouxe muitos desafios, a transformação digital passou de um diferencial para uma necessidade. Esses conceitos estão presentes em todos os diálogos no cenário empresarial, portanto, é muito importante saber exatamente as diferenças entre IA, Machine Learning e Deep Learning.

 Para entender as diferenças, é necessário ver que um evolui a partir do outro, sendo que aprendizado de máquina (Machine Learning) e aprendizagem profunda (deep learning) são pilares que sustentam a inteligência artificial. Sem eles, a IA não seria o fenômeno transformador que é hoje.

O que é Inteligência Artificial?

De grosso modo, podemos definir Inteligência Artificial como a capacidade das máquinas de aprender, decidir e perceber quais caminhos seguir, de forma racional como os seres humanos. Os fatores que fizeram a computação simples desenvolver até a inteligência artificial são:

  • Modelos para classificar, processar e analisar;
  • Grande quantidade de dados não processados ;
  • Computação com custo baixo e alta performance de processamento, rápido e eficiente.

Com a evolução dos três fatores, IA se tornou possível com a seguinte combinação: Big Data, Modelos de Dados desenvolvidos e computação em nuvem. O sistema absorve, analisa e organiza os dados de forma a entender e identificar o que são objetos, pessoas, padrões e reações de todos os tipos. 

Esse processo de ensinar os computadores a aprender passa por diversas áreas da ciência da computação, como o processamento de linguagem natural, Machine Learning e Deep Learning.

O que é Machine Learning?

Machine Learning é a prática de usar algoritmos para realizar uma coleta de dados, aprender com eles, e então fazer uma determinação ou predição. Ao invés de implementar as rotinas de software na mão, a máquina é treinada usando uma grande quantidade de dados e algoritmos que dão e ela a habilidade de aprender como executar tarefas.

Um bom exemplo de Machine Learning são as recomendações da Netflix, que indicam sugestões de filmes e séries de acordo com o que o usuário assiste. Dessa forma, é possível reconhecer um padrão entre as escolhas dos usuários, e sugerir programas similares, que façam sentido no contexto de cada usuário.

O que é Deep Learning?

Deep Learning é uma parte do Machine Learning que usa algoritmos complexos para repruduzir a rede neural do cérebro humano e aprender uma área do conhecimento com pouca supervisão. 

Podemos dizer que Deep Learning são algoritmos complexos construídos a partir de um empilhamento de diversas camadas similares a neurônios, alimentados por grandes quantidades de dados, que são capazes de reconhecer imagens e fala e aprender a realizar tarefas extremamente avançadas sem interferência humana. A principal aplicação dos algoritmos de Deep Learning são as tarefas de classificação, em especial, reconhecimento de imagens. 

Vale ressaltar, que devido as urgentes necessidades de adaptação a IA pode ser a maior aliada para contribuir com a transformação digital que as empresas tanto buscam.